CARREGANDO

Digite para buscar

Capacitação FESTIVAL formação

Festival Varilux promove laboratório de Roteiros no Rio de Janeiro

Share

O Festival Varilux de Cinema Francês, que traz a nova safra da cinematografia francesa aos cinemas brasileiros anualmente, realiza o 3º Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros coordenado por François Sauvagnargues, especialista de ficção e ex-diretor geral do FIPA, o Festival Internacional de Programação Audiovisual (Biarritz, França). Parte integrante das atividades paralelas que estimulam o intercâmbio cultural no âmbito do Festival, o curso acontece no Rio de Janeiro entre 3 e 7 de junho, fruto de parceria entre o Festival e o Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA).

O laboratório pretende explorar os fundamentos e a metodologia da construção dramática aplicando-os no desenvolvimento de projetos concretos de roteiros de ficção de longa metragem para cinema e séries para televisão. Durante uma semana, 15 projetos serão analisados por três roteiristas franceses consagrados, formadores no Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA): Corinne Klomp, David Crozier e Didier Lacoste.

As inscrições, para se candidatar a uma vaga, podem ser realizadas no site do festival, no qual os interessados também poderão ter acesso ao regulamento e obter informações sobre como proceder.

O Festival Varilux de Cinema Francês é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinador principal a Essilor/Varilux, além do Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura; a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro; a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades das Alianças Francesas em todo Brasil, as distribuidoras dos filmes e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial.

Sobre François Sauvagnargues

Iniciou sua carreira na Sociedade Francesa de Produção (SFP) no departamento de documentários, passando também pelo setor de Relações Internacionais e atuou como gerente de vendas na França Mídia Internacional. Posteriormente se tornou administrador de coproduções e aquisições no Canal ARTE França, antes de ser nomeado Diretor do Departamento de Ficção para TV do canal entre 2003 e 2011. Foi diretor artístico do Festival Internacional de Programação Audiovisual (FIPA) até 2018.

Sobre Corinne Klomp

Jornalista econômica antes de largar tudo para criar histórias, Corinne Klomp foi aluna da FEMIS e do Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual, e hoje é roteirista de cinema, TV e autora teatral. Possui um currículo extenso, composto por mais de 12 obras cinematográficas diversas, além de diversas peças teatrais e experiências cênicas.

Premiada pela Fondation J.M. Bajen em 2012 como autora revelação pela obra teatral “Une saine inquietude”, e no Festival do Filme Europeu de Bruxelas (2006) com o prêmio de melhor roteiro de longa-metragem para “Gueule d’emploi”. Atualmente, Corinne Klomp é membro do Conselho de Administração da Sociedade Francesa de Autores e Compositores de Drama (SACD) e, desde 2017, é vice-presidente do mesmo.

Sobre Didier Lacoste

De 1994 até 2011, Didier Lacoste escreveu várias séries semanais e premiados filmes para TV tais como “A Woman to Kill” (Arte), “Kanaks”(France 2), “Qui sème le vent” (Arte), “Shanghai Blues” (Arte), e “Les yeux ouverts” (France 2). Em 2015, tornou-se showrunner da segunda temporada da série política “Spin” (France 2), produzida por Macondo Productions e Tetramedia. Em 2017, tornou-se showrunner da segunda temporada da série de aventura dramática “Guyane” (Canal +), produzida por Edmol/Shine. Atualmente, Didier trabalha numa série original para TV Amazons, desenvolvida pelo Studio canal.

Sobre David Crozier

David Crozier é roteirista, professor do CEEA e da Escola Internacional de Cinema e Televisão de Paris (EICAR). Escreveu diversos episódios de séries de sucesso, como “Section de Recherche” (TF1), “Son & Lumière”  (France 2 ), “Docteur Sylvestre” (France 3). Coautor de séries como “Unités de Vie”, “Tourmente” e “Aël”, David também é autor de filmes para TV como “Amours à mort 90″(France 3), “Meurtres à Pont L’Evêque”, em desenvolvimento (France 3) e “Villa Vanille”(TF1)

Foi roteirista chefe de várias séries de animação tais como “Marcus Level” (TF1), “Corneil & Bernie” (Gulli), “Mon Robot & Moi” (France 3), “Old Tom” (TF1) e “Pablo, le petit renard rouge” (France 5).

Mais informações emhttp://variluxcinefrances.com/2018/

 

Tags:

Você também pode gostar de

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *