CARREGANDO

Digite para buscar

Carreiras Produtoras PUBLICIDADE

Avon é primeira marca a aderir ao FreetheBid no Brasil; agências chegam a 14

Share

Apoiado pela APRO – Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, o  movimento global FreeTheBid conquista no Brasil rapidamente as agências de publicidade e também acaba de angariar a primeira adesão entre anunciantes. A Avon é a nova integrante do movimento, que também conquistou mais um grande nome do mercado de agências, com a chegada da Wieden+Kennedy São Paulo.

Assim, cresce para 14 o número de agências de publicidade participantes do movimento: Africa, AKQA, Dentsu, F/Biz, FCB,  F/Nazca S&S, Havas/BETC, Isobar, LOV, Mutato, Publicis, RG/A, Tribal Interactive Worldwide e Wieden+Kennedy.

O Free the Bid é uma ideia simples e ao mesmo tempo de impacto em prol da diversidade na indústria de produção de filmes de publicidade. Ela prega que, a cada nova concorrência de filme a ser produzido por uma agência, haja entre os diretores pelo menos uma mulher, de modo que sempre seja garantida a diversidade talentos à frente destas obras, havendo um rodízio saudável entre os nomes. Marianna Souza, presidente-executiva da APRO é representante no País do Free The Bid – ao lado da diretora de cena da Paranoid Mariana Youssef. O movimento já abrange mais de 40 diretoras de cena. Alessandra Pelegrino (O2 Filmes), Fernanda Salloum (Sentimental), Carolina Markowicz (Yourmama),  Luisa Campos (Vetor Filmes), Rafa Carvalho (iconoclast), Bel & Ju (Paranoid),  Camila Faus (Hungry Man), Ivy Abujamra (Dogs Can Fly), Mini Kerti (Conspiração), o coletivo de diretoras  We are Magnolias – Natalia, Barbara e Valentina (Landia) são algumas delas. O movimento também quer atrair diretoras de fotografia, editoras/montadoras e coloristas para o grupo – atividades que já integram o FreeTheBid no exterior.

No Brasil, o FreeTheBid tem amplo campo de expansão.  Pesquisas apontam que a decisão de compra da mulher varia entre 60% a 70% nos lares, mas de acordo com levantamento interno na APRO e FilmBrazil, apenas 7% das campanhas publicitárias dos últimos anos foram dirigidas por mulheres.

O movimento foi idealizado pelo publicitário brasileiro PJ Pereira, radicado nos EUA, e a diretora israelense, também radicada nos EUA, Alma Har’el. O FreetheBid não se aplica a “single bids”, e nem significa um compromisso em se contratar a diretora. Trata-se apenas em dar a chance de conhecer um novo talento e permitir que elas tenham tratamento igualitário. O lançamento oficial do FreeTheBid no País aconteceu em maio de 2017, durante a primeira edição do WHEXT, festival da APRO, utilizando a sua plataforma de internacionalização FilmBrazil, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil.

 

 

Tags:

Você também pode gostar de

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *