CARREGANDO

Digite para buscar

Destaque Festival/Prêmios

Jurados esperam Cannes fora da “caixinha”

Share

O Cannes Preview 2018 aconteceu na última terça-feira, 5 de junho e, a depender dos brasileiros que participaram, ficou claro que a expectativa dos jurados neste ano é por muitos cases inovadores e fora das já conhecidas “caixinhas”. Promovido pelo  Estadão, representante oficial do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, o evento no auditório da Unibes Cultural contou com dois debates ouvindo jurados que participação da competição este ano.

O primeiro painel tratou do tema inovação e contou com a participação de Mônica Salgado, jornalista de moda e digital influencer. Ela é ex-editora da revista Glamour e tem um quadro no programa da TV Globo Videoshow. Monica, que tem 300 mil seguidores no Instagram, representa o País na nova categoria Social Influencers, faz seu début no festival e se mostrou a mais empolgada com a novidade.

Também participaram do painel Cesar Toledo, diretor geral de Mídia da agência Tribal Worldwide, jurado de Media; e Marcelo Lenhard, CEO da Hands, que inscreveu no Festival o case “The Green Drivers”, feito para o anunciante Heineken. A mediação foi de Alexis Pagliarini, da Fenapro.

Os debatedores jurados falaram sobre as peculiaridades de cada uma das categorias e das próprias expectativas para o evento na Riviera Francesa. O case da Heineken foi exibido pelo CEO da Hands no telão, integrou a votação para o público mas somou um atrativo a mais: a empresa também levou o automóvel esportivo marca Jaguar para exibição no hall para convidados.

No segundo bate-papo entre jurados estiveram: Eco Moliterno, CCO da Accenture Interactive e jurado da categoria Innovation; Fernando Guntovitch, CEO do The Group e jurado de Brand Experience & Activation; e Paula Lindenberg, vice-presidente de marketing da Ambev, que representa o País na categoria Creative Effectiveness. A mediação foi do jornalista Fernando Scheller, do Estadão.

Moliterno, da Accenture, disse esperar um evento que, mais do que premiar o passado, antecipe o que virá no futuro. Paula, da Ambev, contou um pouco da evolução da marca Skol e cravou: “As pessoas estão cansadas de serem interrompidas”. Para ela, hoje em dia a mensagem publicitária tem de ser relevante o suficiente a ponto das pessoas quererem compartilhá-la. Além, é claro, de reforçar o apelo para venda: “Unseen is unsold”, lembrou (algo como “o não-visto é o não-vendido”). Guntovitch apresentou um case de endomarketing com experiência da marca, feita para o seu cliente Santander. Foi organizado um evento presencial – um show da cantora Ivete Sangalo no estádio Allianz Parque – para 40 mil colaboradores da empresa, no qual o CEO desceu ao palco por meio de um rapel, numa ação que ele definiu como impactante para todos os presentes.

Ao final, houve por mais de uma hora a exibição de alguns dos principais trabalhos brasileiros inscritos para a competição, com uma votação eletrônica entre o público presente. A plateia era formada essencialmente por profissionais do setor e cuja maioria estará ao vivo na edição 2018 na Riviera Francesa, entre 18 e 22 de junho.

Tags:
Edianez Parente

Gerente Comunicação e Marketing na Apro

  • 1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *